Tempo (Poesia)

De Enigma
Ir para: navegação, pesquisa

Poesia.

Nota: Todos os direitos reservados (Sol Cajueiro).

Aguarde a tradução para as Conlangs do projeto, ainda que demore.

Tempo

–– 2003, Belo Horizonte

O futuro

se desfaz

indefeso

para se tornar

presente.