Teleporte (Ritual)

De Enigma
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é a página sobre Teleporte.

O Teleporte (Ritual) é uma Magia de Utilidade muito importante; e com ele você evita a viajem até o destino. Mas bem, Teleporte tem restrições e detalhes relevantes, listados neste texto; dê uma olhada em Rituais (lista) para mais detalhes.

Nota: Todos os direitos reservados (Sol Cajueiro).

Em primeiro lugar, um Ritual é como uma receita de bolo: a não ser que você seja um desastre na cozinha, seguiu, vai dar certo.

De 1991 a 2003, o Teleporte não tinha restrições em Enigma, mas isso era um problema.

A partir do momento em que Sol Cajueiro decidiu retirar a Terra do universo ficcional (depois, ela retornou), o Teleporte irrestrito era a Magia mais poderosa que existia em qualquer história de Action Tale Enigma. Você podia ir para onde quisesse, sem limites. Na verdade, foram os jogadores do Playtest que chamaram a atenção para essa "falha" (Tiago, Fear e Heitor); e aqui vai seu histórico.

Inicialmente sem restrições, tornava todo Arcanista, Manifestador e Magiker extremamente sem limites de atuação.

Entre 1998 e 2003, não havia Teletransporte por meio de tecnologia, o que piorava a situação.

Apenas no desenvolvimento da Aliança (Império) das Três Raças, a tecnologia avançada ediche exigiu a decisão sobre o que fazer com essa tecnologia; e isso, sem que ela se tornasse apuka –– apuka é a raça com maior potencial tecnológico de utilidades, rivalizando com os cinzas –– o objetivo era refazer as regras de Teleporte para que uma regra equilibrasse a outra, mas ainda mantendo a sua versatilidade em jogo.

Então, a partir de 2005 a 2007, Teleporte passou a ter restrições regionais: distância, nomes mágicos de ambos os lugares (saída e chegada) e giz; este giz é o mesmo obrigatório para Diagramação, outra técnica metamágica.

Em 2010, durante a redação dos Romances, apenas Rituais passaram a realizar Magia permanente; e Teleporte passou a não poder ser realizado sem Ritual, sendo necessário também o uso de um Trigger (Gatilho) para a sua ativação adequada. Além disso, o Talento de nascença de Aporte se tornou raro; ou seja, de 5 a 60% de uma população de pessoas com Aptidão tem o Talento, com ou sem Lei e ou restrições de uso. Toda restrição legal é regional. A maior parte delas é devida a questões que em geral envolvem a Magia como vista por uma Sociedade Paralela de arcanistas em específico.

Em 2013, os testes indicaram que as regras de Teleporte estavam equilibradas.

Agradeço aos Playtesters pela participação, mais especificamente Sheep, Heitor e Lordão.

Assim, a partir de 2013, mesmo se o Teleporte não tiver estas restrições em alguma Ambientação ou cenário criado pelos Mestres, a Entidade responsável pelo Sonho (Matrix) e que recebe o nome de Senhor dos Sonhos, Dreammaker ou Maestro ou, então, A Ceifadora têm a função de impor limites ao uso de Teleporte; mas isso também depende do cenário em específico e Regras da Casa que o Grupo de Jogo decidir usar.

Dê uma lida em Rituais (lista) para outras informações relevantes.

Obrigado por ler.