O Grande Jogo

De Enigma
Ir para: navegação, pesquisa

Olá, e Seja bem vindo-a.

Esta é a página sobre O Grande Jogo.

Ninguém sabe quando isso teve início, mas O Grande Jogo existe como uma alternativa para a Guerra, ou seja, os Jogadores "jogam" entre si.

Por ser um Jogo, o objetivo não é eliminar o seu oponente, mas jogar, e isso inclui o jogo de influência que acontece em toda a civilização, o jogo do poder. Alguns nobres e políticos acabam por saber que isso existe, e se envolvem como Ativos, que são quase qualquer coisa que um Jogador pode controlar durante a história.

Os Jogadores participam de uma Super Mitologia, acima dos Deuses.

Não é que eles sejam mais poderosos que os Deuses, mas em geral são ocultos em meio ao Jogo, e dê uma olhada no texto O Jogo, para saber um pouco mais.

Magia, Manifestação e Poder são as armas dos Jogadores, mas é na relação com seus Ativos que eles se mostram mais aptos a enfrentar o inimigo.

E o inimigo é a Corrupção, uma força terrível que corrói a civilização.

Seus seguidores são chamados de Corruptores, pessoas que passaram da linha da maldade, e tem poder para manipular a Realidade per se.

Quando o Egito foi fundado, há 250 milhões de anos, Rha percebeu que respeitar os Ideais das pessoas era muito importante.

Ele liderou o Império por 20 milhões de anos, até que Toth se uniu a ele para reger o Império que mais luta contra a Corrupção, mas investigaram, e concluíram que essa força se organizou há cerca de dois bilhões de anos.

O líder dos inimigos é chamado de O Grande Corruptor, ou GC.

Quando o GC percebeu que estavam sendo analisados e avaliados, ele fundou a sua sociedade como uma sociedade secreta.

Além disso, o GC esperou, esperou para dar o golpe, e controlar a civilização.

Hoje, a Corrupção está instalada em praticamente todos os mundos.

Além de Corruptores, a força corrupta conta com os controladores, que são na verdade psiónicos com Potência amplificada.

Os controladores se dividem em três tipos: 1) regionais, com Potência amplificada vinte vezes, 2) gerais, com Potência amplificada duzentas vezes, e 3) universais, com Potência amplificada duas mil vezes.

Mas então, o que é O Grande Jogo?

Isso é a pergunta certa, para o início de qualquer história.

Em Enigma, nós jogamos para investigar O Jogo.

Estamos investigando,... Fazendo de tudo para conferir as informações usadas na mesa de jogo, e por isso nós usamos o Tarot, ou um baralho comum, para investigar se estamos contando a história certa, o que a história precisa que aconteça em uma Linha do Tempo na qual o Mestre vai colocando Eventos, que podem ser alterados pelas ações dos intérpretes.

Por exemplo, nomes podem ser alterados, se o baralho disser que devem ser.

Mapas podem ser modificados, e refletir o que o Grupo investiga.

A idéia é jogar com as informações, não apenas contar uma história. Assim sendo, uma boa história de Enigma reflete tudo o que o Grupo desvendou até o momento, incluindo informações de fora do jogo, que fazem parte do que os Jogadores tem interesse em saber.

Exemplo: Descobriu-se o nome de um Jogador, e o baralho confirmou. Vocês agora vão interagir com ele para estudar a maneira como ele "joga", e ampliar sua influência, por meio de uma iluminação que se chama Interação.

Interação é atemporal, porque os intérpretes podem "criar" Cenas.

A vantagem dos Jogadores é que Corruptores não entendem "jogos".

Para eles, tudo é uma Guerra, contra tudo e contra todos.

Vamos adicionar informações aqui mesmo para que o Grupo use em sua Mesa, mas isso pode demorar, porque as informações dependem de outras páginas, e Wiki é dinâmico.

Aos poucos, vocês vão conseguir entender como investigar e interagir.

Vá para Toj, Kalaummuklutwa e Akkoya para ver um cenário. É muito importante que vocês saibam que devem rechear de histórias e lendas, a sua investigação.

Vá para Testes, para entender o básico sobre como jogar os dados.

Obrigado por ler.