Novos Tempos (Poesia)

De Enigma
Ir para: navegação, pesquisa

Poesia.

Aguarde a tradução para as Conlangs do projeto, ainda que demore.

Nota: Alguns direitos reservados (Sol Cajueiro).

Siga para Enigma:Aviso_geral para ver a licença.

Siga para Poesias (lista) para ver a lista com todas as poesias publicadas.

Esta poesia foi publicada na Maratona de 26 de Março.

Forjada entre 2013 e 2015, Savassi, Belo Horizonte.

Novos Tempos

O Inimigo

vive o passado

do futuro,

mas O Inimigo

dele, este

o tempo forja.

Formular,

do tempo fora,

é tarefa

presente.

Vamos precisar

de novos tempos

verbais.