Enigma

De Enigma
Ir para: navegação, pesquisa

Sobre Enigma.

Enigma é um método, e é a inspiração para as duas séries de livros sendo publicados capítulo a capítulo neste site. E há também Cenários sendo publicados, dê uma olhada em Toj, e no Cenário sendo publicado agora, Aliança de Ambar; além destes, estamos planejando os Cenários de Afterkratos, que é uma série de Cenários para jogo de Terror, e A Aliança, que vai reunir todo o trabalho de publicação de Cenários para jogo e vai influenciar também nas duas séries de livros sendo lançadas.

Nota: Todos os direitos reservados (Sol Cajueiro).

Este é o principal método de estudo de Magia, dê uma lida.

Dê uma olhada também em Testes, para ler as Regras.

(Sol) Eu dei início aos estudos que iriam compor os textos de Enigma em 1991, mas tinha outro nome antes. Arkkana era o nome do Jogo na época, agora é Enigma. Antes, a idéia era um Jogo usado como método para o estudo de Magia, mas a partir de 2003-4, quando o Romance de Enigma começou a ser planejado, Enigma passou a ser um método de criação.

(Sol) Eu me lembro bem, de reuniões com o Tomáz e com o Heitor, que ajudaram no início da criação, mas depois, a vida me fez insistir na publicação e eles pararam de fazer parte.

Você precisa saber que Enigma está na Ficha de Personagem.

É o equivalente de "Inteligência", sua capacidade de lidar com enigmas.

O Enigma é a parte superior da Cosmologia no nosso Uf (Universo ficcional), onde vivem os Atributos, sendo eles: 1. Verdade, 2. Trevas (o único que fala, ele sussurra idéias para pessoas importantes), 3. Luz, 4. Caos, 5. Mutação, 6. Ilusão, 7. Ordem, 8. Êxtase, e 9. Segredo.

Se tiver dúvida sobre para onde vai a história, role 1d10.

Use os Atributos como inspiração, e crie a partir do resultado.

Se você tirar 0 (zero), use uma Interferência Divina.

(Sol) Eu uso o 0 (zero) como uma interferênca de um Deus, mas também pode ser que o Deus ou Deusa não queira interferir, ele ou ela apenas fica sabendo sobre o que acontece. Uso: Deus, A Deusa, Oxalá, Haurummu (O Trovão), ou Rha. Eles interferem diretamente na Cena, em geral criando uma Oportunidade. Não se esqueça de que existem dois tipos de Cena, em Enigma: Ameaça, e Oportunidade.

Sabendo disso, use o dado de dez lados para inspirar suas histórias.

Isso é parte do método de Enigma, mas vamos ver mais detalhes em outros textos.

É muito importante saber que a Cosmologia e a Planologia oferecem lugar para as histórias, mesmo que você muito raramente vá para depois do Horizonte, que é onde vivem Criaturas -- ver: Professor, para mais detalhes.

Venha ler Herói para começar a entender Enigma.

Também separamos os Tipos de personagem básicos, como: Herói Bruxo, Nobre Vampiro, e Monge Diplomata -- eles são apenas os Tipos básicos, e você vai encontrar Regras para jogar com outros Tipos também.

Todos os mundos também tem dimensões paralelas, onde jogar.

São de 60 a 300 dimensões, e nosso mundo, Arda é um mundo com muitas dimensões: são 300 dimensões. E, além disso, Arda é o Cenário básico para os Romances de Enigma.

Outros mundos vão surgir, como Cenário, durante as histórias.

Venha ler também sobre Toj, a escola de Priyyatel, e a Academia de Ryklant, também presente em Akkoya, o futuro deste mundo. Este é o mundo central da nossa Campanha chamada A Aliança.

Também estamos publicando como Cenários outros mundos, de outras raças, como Archailax, e Melch Lemetian, da raça ikka.

No Cenário de Aliança de Ambar, você vai acompanhar o lançamento de vários Cenários. Venha ver Mafuyu, Atul Bar, e muito mais, enquanto lugares para inspirar as suas histórias.

Nós jogamos as histórias, então os Cenários dependem de Jogo para ser publicados.

Também vamos lançar Cenários para Terror, como Ognorimia, por exemplo. Um Cenário onde o Conhecimento é proibido, e a pena para se ler um livro é se tornar Gladiador.

Tenha em mente que a raça ediche, nossa raça, está em 1 milhão e meio de mundos. Não foi viajem espacial. Evoluiu nestes mundos. Mas que há raças muito mais importantes, como os kaijin (Os Cinzas), ou os tyke, os reptilianos.

Ainda assim, vamos tentar explicar como os ediche são importantes, nos Romances.

Venha ler as histórias de Asha, Aella, e Idala, nos Romances de Enigma.

Vemos que Elliot, um Oráculo sem memórias, tem a missão de guiar Asha, em suas histórias com Nina e Tomi. Também vemos que Najka é uma vampira guerreira da linhagem de Týr, que está profetizada para acabar com a guerra.

Os anciões Vetalla dizem que ela vai acabar com A Vendeta, a guerra contra os Monstros.

São vários Tipos de sobrenaturais, em Enigma: Vampiros, Licantropos, Monstros, Asuras (que são anjos com Livre Arbítrio, e que não estão a serviço do Deus arquétipo), e Djines, que são pessoas que realizam desejos.

Todos eles seguem as Regras descritas em Nobre Vampiro, ou em Monge, e serão reunidas nestas páginas.

Isso porque Monge reúne Regras para se jogar com Guerreiros, que tem Ethos.

E é por causa do Ethos que Guerreiros são muito importantes, sendo Asal mais um exemplo. Ele é um Bruxo, mas ao mesmo tempo, serviu na Tropa de Elite da raça hashamter, outro Tipo de sobrenatural, de Enigma.

A raça se chama hasi, que são movidos por emoções positivas, mas se divide entre hasi e hashhead -- os segundos se movem por emoções negativas -- e tem uma forma sobrenatural que recebe o nome de hashamter. Os hashamter são totalmente ordeiros e leais. Existe uma cidade, nas dimensões paralelas, uma raridade, por basicamente todas as dimensões terem vilas como forma de ocupação, e não cidades, e esta é a cidade dos hasi. Esta cidade também será Cenário, com Mídia própria, sociedade e cultura a parte.

Mas, poucos Cenários vão ser tão intensos quanto o de Enigma: Silêncio sob Os Paraluzes, o livro um.

Vemos que eles enfrentam a Aplegia, o que se refere ao assassinato com venenos, e que é quando os magos estão praticamente ganhando a guerra, exceto pelos bruxos do Aglomerado Sudeste, e os ninjas do Império Jippa, mas todos tem território. E é também quando a Teocracia está sendo testada, mas fica um monte de perguntas sobre isso: Quem criou a Teocracia?

Como os bruxos e bruxas de nascença e wicca vão fazer para enfrentar essa organização? Venha ler.

Só gostaria de pedir um pouco de paciência, porque tenho de fazer todas as fazer de produção: devo ter a idéia original, fazer a redação, pensar em todo o roteiro, fazer a revisão, e editar, para então publicar e fazer divulgação, tudo sou eu (Sol) que faço.

Também já tive de editar o Wiki para retirar informações que tinham Direitos Autorais.

Mas foi assim que algumas idéias surgiram em Enigma, porque eu não podia publicar isso ou aquilo.

Todo o Wiki tem idéias originais, mas eu estou citando as Otome nos meus Romances. São super guerreiras. Eu digo que elas existem, nos Romances. Mas bem, a história não é sobre elas, e sim sobre as Origa, que são Princesas, mas mais do que isso seria spoiler, então vou dizer só isso.

Assim sendo, Idala é uma Origa e vamos ver a história dela. Ela se muda para Beagá, também chamada de Bealae nos Romances, porque ganha um financiamento da nobreza de seu país.

Mas como é que fazemos para "inventar" os Cenários?

(Sol) Me lembro de quando começamos a jogar no mundo de Toj, há muitos anos. Usávamos um outro sistema. Paramos de usar porque quando se chega a níveis mais altos o jogo se torna um jogo de super heróis medievais, e joga-se com mercenários.

Depois, aos poucos, pude me dedicar a criar à medida que jogávamos.

No início, não havia nem mesmo mapa do mundo, mas aos poucos fui criando; e Toj-éc, a primeira história, ficou conhecida como a história do Santo Grupo, nome dado a eles porque eles se tornaram santos, ou melhor, quase todos viraram santos: o feiticeiro se excluiu.

Adicionei na história idéias de jogadores, como Valor, a cidade dos paladinos.

Daí, criei uma profecia de que: "A guerra começa quando o valor acaba".

E foi isso, um dia o paladino invocou sua Deusa, e a cidade foi destruída pelo inimigo dela, o Deus da Energia Negativa, sem nome. O jogador decidiu abandonar o nome de valoriano, e passou a usar o nome Baltyr; a cidade se tornou a Cratera de Valor.

Me lembro também de testar Arkkana, uma década antes.

Mas bem, isso fica pra outro texto. Agora, o que é importante é Criação.

Fiz o mapa de Toj, e é um pouco parecido com o de Arda.

Só coloquei o continente Ofýr à direita, o equivalente das Américas deste mundo. A língua Ofýr é falada em todo o continente, mais o Leste Negro, e é uma língua apropriada para a filosofia.

Inicialmente, Ofýr era pra ser uma outra raça, mas durante a guerra eles foram exterminados pelo gigante chamado de Megalich, que também destruiu o sul do continente, onde eles viviam.

Tudo isso foi feito aos poucos, e essa raça sobreviveu em apenas uma pessoa, Krunnki é meio-ofýr. Ele também teve dois filhos. Sua filha se tornou o Avatar do Caos deste mundo, e ele também teve um filho com um doppelgangger, ambos imortais como ele mesmo.

Isso porque eu decidi que em Toj os heróis se tornam imortais.

E tudo isso foi feito aos poucos, ao longo de quinze anos.

Entende? Você precisa de tempo para fazer com que as coisas se tornem um Cenário.

Agora, eu estou lançando Aliança de Ambar, uma série de mundos ligados pela Magia da Deusa da Magia de Toj. Ambar escolheu os mundos com a ajuda do líder da Academia, Tutyr, o mais importante Jogador deste mundo, seu nome significa "Tutor".

Ele ouve os outros Jogadores, e é a Academia que dita a história, documenta e publica.

Assim sendo, a língua Oká se tornou muito importante, e todos estudam ela.

A língua da Academia se tornou tão importante, que os ediche dos outros onze mundos estudam a língua para fazer parte da Academia, ou ter algum tipo de relação com Toj.

Na história seguinte, Sonhos Roubados determinou que os sonhos e o destino do líder monoteísta não foram recuperados, e o Imperador deste império se deu o nome de Teifer, se declarando um Deus vivo.

Mas, agora, sabemos que ele teve os seus sonhos roubados, isso não era para acontecer.

Vemos agora, depois de quinze anos, que Aranda se tornou alvo do Teifer, que fez cálculos de todos os tipos e declarou que Aranda era profetizada para destronar o Teifer, ele mesmo.

Isso, então, foi escolhido como parte dos Romances, e continuamos a jogar.

O intérprete que joga com ela não gosta muito de interferir no Cenário, prefere apenas se preocupar com sua personagem. Isso também é possível! Não force os seus jogadores a criar -- isso assusta os jogadores, e você vai acabar perdendo o jogador.

Agora, também, já faz mais de dez anos que o primeiro intérprete jogou com uma Deusa.

Isso me ajudou a ter regras para jogar com este Tipo de personagem.

Me lembro claramente, quando Ayasta se tornou Deusa, o jogador eliminou o Deus dos Infernos, Trisebus. Mas este Deus havia sido um demônio, que havia eliminado Pan, então, quando Krunnki ressucita Ambar, eu tive de usar a Primeira Ação dela para ressucitar ele, perdendo a chance de fazer um sem número de outras coisas possíveis.

Deuses, Entidades e Avatares funcionam por Cadeia de Ações.

Eles todos seguem sua vida prestando atenção em seus Ativos, e no que os demais estão fazendo.

Quando um deles age, isso gera uma Cadeia de Ações, todos eles agem também.

Existem dois Tipos de Ações: Ameaças, e Oportunidades -- eles movem a história com isso.

Outra Ação possível é uma Bênção, e exite um número enorme delas, e Regras variadas para cada situação.

Você precisa de um "Vinte" e mais uma Bênção de "Ajuda" para fazer um Milagre. Isso porque Milagre é Dificuldade 21, e usamos o D20 para os Testes de Magia, então você precisa de uma Bênção que te dê +1 no Teste, para fazer.

Isso se refere a Regras da Casa, porque ao criar um Cenário você também cria as Regras dele, deixando uma marca do que já foi jogado sobre o que será o mundo no futuro próximo.

Desde 2013 que também estamos investindo em Conlang Wars.

Este é um Jogo sobre como criar uma língua em grupo, usando o RPG como meio.

Agora, há outros jogos como este, mas vai demorar pra gente ler estes jogos e ter uma segunda versão de CW, ou mesmo de publicar algumas coisas específicas que estão todas prontas em minhas anotações, ou mentalmente notadas.

Você também pode jogar no Bosque Encantado, o território das fadas.

Este é um tipo de Cenário, que reúne Magia muito poderosa ao redor da sobrevivência em um cenário agressivo, que é o mundo das pessoas comuns; e você vai encontrar o Bosque apenas em lugares especiais, ou em dimensões paralelas.

Você vai poder jogar em outros mundos, e vamos citar alguns aqui, pra começar.

O mundo de Esselter é o mundo que o Oriente de Arda faz contato, primeiramente, porque o Oriente domina a tecnologia de passagem entre os mundos, e é no país que damos o nome de Guang, em Arda, que a tecnologia está sendo desenvolvida.

Mas você também vai poder jogar em Buergemmäuser, mundo ediche da Galáxia 5e, nossa galáxia, que tem todo tipo de tecnologia estranhas, como por exemplo, um Controle, ou um equipamento que opera a Realidade, afetando como ela funciona em seu mundo; e é também um mundo onde há o Tipo chamado de Professor, um treinador de criaturas do Horizonte.

Você pode jogar em Mekhet, ou envolver eles em suas histórias. Este é um mundo egípcio, com 40 milhões de anos de evolução. Ao saber da raça elae, que existe em um milhão e meio de mundos, eles fizeram terapia genética em todas a população, e mudaram de raça.

Agora, eles são ediche, e vão interagir com os mundos com menos história.

Existe também o mundo de Vinnegar, da raça akai, que são iguais aos ediche, mas tem os olhos vermelhos. E também Tunna, mundo e império em que existe um tipo de anelídeo translúcido gigante, os Deuses das Areias do Tempo, e é um império com 28 mundos, 6 deles desertos onde os alenídeos translúcidos também vivem.

O mundo de Olori -- significa "Morte" -- é o mundo da raça fauk dessa galáxia.

A raça fauk é arbórea, e eles são vegetais, descententes dos Arbustos Errantes, sendo que os jogadores que jogaram com esta raça desenvolveram ótimas formas de se relacionar com seus personagens, sendo Sigfried o fauk mais importante para as histórias -- Vamos ver se conseguimos explicar todos os personagens que estão selecionados pelo nome, mas isso pode demorar um pouco.

Mordlefannyka é o mundo elae mais importante de outra galáxia. Na sua galáxia, os ediche se organizaram para enfrentar um mal terrível, os mortos que andam, e que são um tipo de Zumbi, rápido, ágil e burro. A Nuvem de gás que cria os zumbis só existe nessa galáxia, e se move de ano a ano entre os mundos da galáxia, de uma maneira imprevisível.

Urgkora é um mundo abandonado, do Setor Ih, porque seus habitantes encontraram um Deus, morando nas entranhas do mundo. Ele é um Deus das Trevas, e este tipo de Deus é terrível, manipulador e não se importa em matar para conseguir o que quer.

Ainda assim, Pahlugon é o Deus das Trevas da raça ikka, os brancos.

Ele é responsável pelo treinamento ikka para lidar com A Fúria, uma característica ikka muito importante. Duas coisas são conhecidas como contexto que desencadeia Fúria -- sobrevivência e sexo -- assim sendo, a raça tem treinamento para fazer sexo, porque se não o ou a ikka entre em Fúria, aumentando a sua Força Reação, em dez níveis -- alguns também aumentam Diagnose, que é a base da percepção.

Você também pode envolver Gi, também chamada de Floresta Sem Fim, ou também o Deserto Infinito, em sua história. No caso da Floresta, ela é a base e território de Nga, a Morte Verdadeira, e onde as Efemmera, ou Deusas da Morte, se reúnem, para definir os rumos da saúde e sobrevivência em todos os mundos do Universo -- Efemmeras existem em 5% dos mundos, e são seguidoras de Nga, mas cada uma delas é única, com sua história em seu mundo, e com seus seguidores, que cultuam A Morte, sob todas as suas formas.

Isso tudo foi desenvolvido ao longo de vinte anos de Jogo, derivando de história jogada.

El Vfytfóyar, mundo dos Quase Deuses, e também Eldar e Dar Elfaessor, mundos dos elfyór, são mundos que também estão planejados para ser importantes no Jogo, quero dizer, vão ter Jogadores importantes. Os elfyór são também chamados de elfos, são imortais e estão no espaço há seis bilhões de anos, mas sua língua não será citada nas histórias por acordo diplomático, feito entre a Nação da Magia e eles.

De vez em quando, os elfyór tem filhos com outras raças, como Ayya, no mundo de Toj.

Isso, e muito mais, vamos apresentar sobre Cenários, no Uf de Enigma.

Enigma é, então, um método que reúne criações ao longo de história jogada, para compor um Uf (Universo ficcional) rico, e no qual você pode também criar o seu mundo, ou mundos, quem sabe -- Você deve anotar e documentar suas histórias, que depois de analisadas podem acabar se tornando Oficiais, ou seja, vão ter lugar em nosso Universo, serão citadas, e vamos apresentar um resumo delas, em nosso Wiki Project.

Também vamos publicar Cenários do tipo Terror, principalmente Afterkratos.

Este é o Cenário que termina com o Pannat, o sacrifício das virgens para os satyrus. E este texto foi feito com a ajuda de Tempus, um imortal muito importante.

Qualquer história em que se use o d10 de Enigma para definir para onde vai a história é uma história de Enigma.

É um método, e pode ser aplicado a qualquer outro Jogo, mas há também O Grande Jogo -- ele inclui o Tipo chamado de Jogador entre os Tipos de personagem, e basta você incluir isso no Jogo para estar jogando Enigma.

Também é um método de investigação -- a investigação do Grande Jogo acontece dentro e fora do Jogo.

Você precisa definir quem são os seus Ativos no seu Cenário; porque, sem isso, você não tem como inflluenciar o Cenário, mudar a história, ou acrescentar Jogo ao seu jogo.

Muito obrigado por seu tempo, e vamos a outros textos, que estão a espera.

Outros textos dependem de citação, em alguma página, então por favor, tenha paciência.

Venha ler também os Romances de Enigma, e saber o que o futuro guarda para você.

Obrigado por ler.