Draka

De Enigma
Ir para: navegação, pesquisa

Este é o texto principal sobre Draka.

Draka é a língua dos dragões, mas o que se conhece dela é um número reduzido de palavras usadas para se estudar Magia, além é claro de Física Dimensional, Planologia, Interação, Cosmologia, Teoria do Espaço-Tempo, as Leis que regem o Multiverso.

Nota: Alguns direitos reservados (Sol Cajueiro).

Siga para Enigma:Aviso_geral para ver a licença.

Dragões são seres transmorfos e viajantes do espaço-tempo.

A maior parte do que se sabe sobre as Timelines (Linhas do Tempo) paralelas vem da orientação dada por eles. Além disso, eles têm o mesmo nível de poder que as Entidades guias da Viajem do Herói, Os Arcanos, ou Deuses de uma Atribuição; e eles têm Emanação, também.

Apesar disso, eles são SM 11; lembrando que Vampiros são SM 5, para comparação.

Dragões estão presentes no projeto desde o início, ainda em 1991.

A principal motivação encontrada nas anotações para a sua existência está em manter este universo dentro do subgênero de ficção denominado Science Fantasy; mas sempre focado em uma noção de realismo necessária para que Magia e Tecnologia estejam presentes ao mesmo tempo. Isso, por exemplo, é o que permite que a Física (Enigma) deste universo, levemente diferente da Física real (Paradigma), entenda a Magia como parte da Natureza.

A língua teve início em 1985, com um código: Ulluhm.

Infelizmente, Sol Cajueiro perdeu as anotações sobre o código; então, a nota mais antiga sobre Draka é de 1991, e se traduz como "Amor", mas é uma transliteração dessa palavra em português.

Draka chegou a ter mais de 360 símbolos, dos quais Sol Cajueiro compartilha com amigos que sabe apenas mais ou menos 26 a 29 no máximo; isto a torna uma língua ameaçada de extinção, mas aqui vão algumas informações importantes.

Todos os símbolos usados são padrões encontrados na natureza: fissuras em rochas, folhas de plantas etc.

A caligrafia (usada por Sol Cajueiro) envolve os símbolos fonéticos para compor palavras de forma semelhante a como é na escrita da Korea, mas também similar aos arabescos que formam imagens e pinturas com as letras árabes.

Os símbolos são todos fonéticos e há variações diversas para cada um deles.

Há também uma forma de escrita semilinear da esquerda para a direita, composta, e em linhas de cima para baixo. Ela foi usada como oráculo por Sol Cajueiro, testando diversos Estados Alterados de Consciência (EAC) – e.g. Sintonia (Attune State) – variados.

Aos poucos, a escrita oracular foi substituída pelo Tarot.

Na Página principal você vai encontrar mais alguns links para páginas com mais informações relevantes.

Os dragões vivem mais ou menos 5 (cinco) mil anos.

No Blogger (Wormbar) você encontra registros que indicam que dragões viviam nos mundos Trikumai ou Era Mítica do mundo de Toj, futura Akkoya; um dos personagens centrais dessa campanha (Torian) tem um dragão como Patrono de sua família.

Todos os conceitos necessários ao estudo da Magia podem ser estudados sem o conhecimento da língua.

Ainda assim, se você quiser se tornar um Arquimago e se especializar em Física Dimensional, você vai precisar entender o verdadeiro sentido que os dragões dão a algumas palavras.

Dragões são adorados como Deuses por algumas raças, especialmente os Reptilianos.

Eles são parte da Mitologia de diversas raças, mas raramente se envolvem em suas questões políticas, econômicas etc.

Tudo isso está nas anotações; mais informações virão, aos poucos.

Sol Cajueiro compartilha com seus amigos e jogadores Playtesters que, embora em outros universos a idéia de matar dragões exista, isso nem de longe é uma idéia aceitável em Action Tale; eles lutam pelo Balanço, o equilíbrio da Magia, e a morte de um deles é motivo de tristeza profunda. Além disso, eles são transmorfos e podem assumir qualquer forma, desde a forma de uma pessoa a até a de uma montanha.

Dragões têm nos Basiliscus e nas serpentes seus piores inimigos, estão presentes em mais de mil galáxias e sua sociedade vive nos últimos milênios recentes uma Guerra Civil (Draka) que os está dividindo; não é uma boa idéia tentar caçar dragões.

Eles rapidamente se unem contra inimigos em comum; os Basiliscus os tornaram assim.

Por fim, a palavra "Draka" significa Tipo Pessoa, onde "dar" indica "tipo" e "ka" indica "pessoa", indicando que a sua língua tem formação própria e se volta para a sua sociedade em si, independente de outras sociedades e das línguas delas.

Estamos trabalhando para oferecer mais exemplos, aos poucos.

Aguarde enquanto a redação e revisão do texto wiki dinâmico adiciona informações.

O processo de criação depende de informação já existente em outras páginas.

Obrigado por ler.