Dragões

De Enigma
Ir para: navegação, pesquisa

Definição de: Dragões

Dragões são pessoas muito especiais.

Eles nascem de todas as raças e têm sua forma racial local, mas na verdade são dragões, e que têm poder político porque estudam a lei.

Um Dragão estuda a lei, principalmente para defender as Pessoas de Poder publicamente.

Estamos trabalhando para oferecer mais exemplos, aos poucos.

Aguarde enquanto a redação e revisão do texto wiki dinâmico adiciona informações.

O processo de criação depende de informação já existente em outras páginas.

Obrigado por ler.

Informações importantes sobre Dragões

Dragões existem há milhões de anos. Sua cultura se espalha por todos os lugares, e em todos os Multiversos, como representantes da lei e da Ordem (7).

Também são estudantes de Magia, com o que eles se defendem dos Basylisques.

A Guerra entre Dragões e Basylisques durou 52 (cinquenta e dois) milhões de anos, e estamos vendo que parece have um Tratado de Paz, finalmente, entre eles.

O que acontece é que os seus oponentes têm o poder de manipular as Linhas do Tempo, e eles consideram isso um perigo enorme para a sociedade. Assim sendo, Dragões resistem ao poder deles, com ferro e fogo.

Há cinco Tipos de Dragões básicos, mas que podem variar de mundo para mundo.

O Dragão de Ouro é encarregado de manter a lei. O Dragão de Prata, de manter tudo certo nas Linhas do Tempo, para saberem quem alterou o Tempo e processar esta pessoa; se for um Basylisque, eles expulsam ele do mundo. O Dragão de Bronze é um protetor, e protege uma série de pessoas importantes para as Linhas do Tempo, ou famílias específicas que precisam de proteção. O Dragão Negro é o encarregado de infiltração. E o Dragão Branco é quem faz as profecias sobre o futuro, e também cuida de Tratados.

Existem outros Tipos, que normalmente recebem um Título, como O Dragão do Mundo de (x), por exemplo.

Eles nascem de pessoas comuns, originalmente, mas acabam se tornando uma Dinastia.

O que é importante para as nossas histórias, é que em todas as 29 (vinte e nove) galáxias em que a nossa superraça existe, eles são bem vindos e trabalham como advogados e juízes, e isso sem contar as diferenças de lei que dividem a superraça.

A superraça elae (ou ediche) se beneficia do julgamento dado pelos Dragões.

Nossa galáxia, apelidada aqui de Galáxia 5b para facilitar a identificação, é um pouco maior do que o normal. Todas as 29 (vinte e nove) galáxias têm cerca de 50 (cinquenta) mil mundos elae, sem contar os mundos de raças compatíveis, em média; a Galáxia 5b tem mais, cerca de 80 (oitenta) mil mundos elae. A Galáxia 56, chamada em Arda de Andrômeda, é maior e tem cerca de 100 (cem) mil mundos elae. Isso é uma média. Não se faz uma média sem se ter uma noção do que existe, então isso é o que dizem os Cinzas e os reptilianos, as duas raças mais importantes e que mantém contato com alguns poucos mundos elae (ediche).

O nome ediche é recente, e foi inventado em Akkoya, mundo da superraça que não teve a queda na Senoide da Magia. Isso quer dizer que este mundo não experimentou a diminuição da Magia, e a quase eliminação de tudo o que é mágico. Eles têm Magia. Aliás, todos os pouco mais de mil mundos onde acontecia o Pannat, oferendas aos Sátiros do Deus Terrível, Pan, não experimentaram a queda da Magia; ninguém sabe o porquê disso.

Há pelo ao menos mil Impérios protegidos pelos Dragões, de mundos da superraça.

Todos eles são diferentes entre si, com leis próprias, e costumes próprios. O que faz com que essa superraça não seja unida.

Em geral, cada um destes Impérios tem uma forma distinta de entender o que é a Nobreza, como por exemplo em Toj -- passado de Akkoya -- em que as Pessoas de Poder são automaticamente nobres, exceto entre os monoteístas.

Isso faz com que os estudos de Magia feitos para o despertar dos Magos em sua Virtude se comportem como um treinamento para a Nobreza.

Isso também torna os Bruxos e Bruxas nobres de nascença, muito importantes.

E isso é só um exemplo de como as leis e os costumes podem ser diferentes, de mundo para mundo, da superraça elae, fora que a maioria dos mundos não está na Era do Espaço. No máximo, se encontra tecnologia para viajem interplanetária, e não interestelar. Isso quer dizer que há a chance de um mundo fazer a terraformagem de planetas do próprio sistema, ou fazer mineração de asteroides, tudo no mesmo sistema solar.

Isso tudo recebe a ajuda dos Dragões, que obrigam as raças espaciais a não fazerem contato com raças que ainda não desenvolveram a sua forma de Viajem.

É muito raro se ter um Dragão que seja Jogador, por isso O Jogo não inclui eles.

Você vai encontrar Dragões que falam Slanka, ou que têm interesse em línguas, e assim, as línguas mais importantes são estudadas por eles. Akkia é esperada como uma língua que vai unir os Arcanistas de muitos lugares, mas até agora, tudo o que se tem dessa língua é a profecia de que ela será importante.

Dragões usam a Manifestação chamada de Inconsciente Coletivo para se comunicar, o que quer dizer que eles sabem o que as Pessoas Comuns sabem.

É muito raro Dragões que usem Poder, sendo a Magia o seu estudo comum.

Nós da Nação da Magia reconhecemos a existência dos Dragões, e respeitamos a sua autoridade como representantes da Lei, e também do Atributo número 7 (sete), A Ordem.

Além disso, Dragões também têm língua própria, Draka é considerada muito difícil de se apreder, e eles não permitem a qualquer um o estudo de sua língua.

Estamos trabalhando para oferecer mais exemplos, aos poucos.

Aguarde enquanto a redação e revisão do texto wiki dinâmico adiciona informações.

O processo de criação depende de informação já existente em outras páginas.

Obrigado por ler.