Arda

De Enigma
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é a página sobre Arda, a Terra.

Arda é um mundo que experimentou a decadência da Magia durante os seus últimos 5 (cinco) mil anos, mas importante porque é profetizado para sediar a Era do Renascimento da Magia. A ambientação de Arda está no século 23, nos romances, mas vamos aproveitar para dar algumas informações a mais sobre o passado deste mundo. A raça dominante é ediche, mais conhecida como elae, nome dado em acordo entre os reptilianos e os cinzas, coisa muito rara, e sinal de que este mundo é especial, à sua maneira.

A narrativa dos Eventos traz as necessidades da existência no centro das questões.

Nota: Todos os direitos reservados (Sol Cajueiro).

Siga para a página Enigma:Aviso_geral para ver a licença.

2018 equivale a 201.028 da contagem longa, e 5.209 de Akkoya, sendo a contagem longa o tempo contado de quando a raça deste mundo se tornou compatível com os elae.

A história deste mundo é muito complexa, e cheia de dificuldades históricas.

Em primeiro lugar, o século 23 guarda revelações sobre o que aconteceu neste mundo, devido a uma organização de fanáticos, mas que os heróis está concentrados em resolver, ou seja, mais uma vez isso significa salvar o mundo. Trabalho não é mais necessário. Os droides fazem todo o trabalho pesado, deixando o trabalho tutelar com as pessoas, mas droides são cidadãos e têm direitos como as pessoas. Muitos dos problemas que sempre foram problemas na humanidade estão resolvidos, menos um: o ser humano em si mesmo.

Você vai encontrar em Enigma: Silêncio sob Os Paraluzes um mundo semelhante ao atual, mas onde a tecnologia resolve muito do que as pessoas acham difícil de resolver, e onde a Magia, Manifestação e Poder se escondem, protegidos pela Academia.

As sociedades paralelas protegidas pela Academia somam milhões de pessoas, todas elas envolvidas em uma guerra secreta, A Oculta.

Um oráculo adolescente, um garoto de dezesseis anos, é salvo de uma clínica onde estava sendo monitorado, e para em uma Escola de Magia, onde conhece uma garota de onze anos profetizada para ser a maior bruxa de todos os tempos.

A antiga Nações Unidas evoluiu para Governo Central. Não existe mais "estado nacional", e o território é da Justiça. Isso tudo começou quando o Reino Unido passou a usar o método de jurisdição para governar o território, então passou a existir um cargo eletivo que é o regente de um território, um misto de soldado, juiz e prefeito. E isso só foi possível por causa das Tropas de Elite, fundadas em território bra.

Assim, a Nação da Magia, ver: The Magic Nation -- tem seu território, e o domínio político do território onde antes o Brasil era o estado. Há um porém, Sampa é governada por uma outra Nação, e também é de Bruxos. As Bruxas se reúnem ao redor de fogões a lenha, e também em vilas planares, para contar as histórias do passado; elas têm tudo anotado, em grimórios que estão passando de mão em mão há dois séculos, mais ou menos, e contam com a ajuda das Nações da Magia para manter esse conhecimento.

Depois do Aglomerado Sudeste, domínio da Nação da Magia, outros aglomerados são citados, entre eles o Aglomerado Central, em que Berlin-kapital e London dividem status administrativo da Academia, mas é necessário notar os problemas ecológicos.

Em fins do século 21, uma catástrofe ambiental tornou necessários os Paraluzes, imensas estruturas aéreas semelhantes a paraquedas, acima das nuvens.

Os Paraluzes lançam bots na atmosfera, que limpam o ar e filtram os raios nocivos de nossa estrela.

Mas nem só de futuro vive Enigma, então vamos também contar histórias do passado.

Arda -- O Mundo dos Romances

Arda é um mundo jardim médio, no Setor Ih da Galáxia 5e. Este setor fica ao lado das ruínas Cinzas, de Ji'tyk, descobertas por Toth no início da nova Era, a qual recebe o nome de Era do Renascimento da Magia.

Uma mudança muito grande na história do mundo foi feita por um inimigo chamado de O Grande Corruptor, que usa 2012 para mudar o passado e criar a Aplegia, a prática de assassinato por veneno.

Ele cria uma seita seguidora de Sócrates, a Aplegia Socrática.

Além disso, o Inimigo Sem Rosto também mata Akhenaton no Egito antigo, ninguém sabe porque.

Assim sendo, a história do mundo é levemente diferente da que você conhece, com algumas organizações públicas que defendem os pensadores. Foi assim que os religiosos se reuniram, e formaram uma frente de defesa contra a aplegia, mas foram os cientistas que, no século 20, criaram os detectores de veneno.

No início do século 21, acontece uma guerra terrível, a Guerra de Viajem no Tempo dura só algum tempo, mas movimenta 11 (onze) milhões de anos de manipulação dos demônios sobre a sociedade, tendo nos Deuses e Deusas, e também nos Dragões, uma das poucas bases que toda a sociedade precisou para enfrentar os demônios. Eles também publicam seus métodos, e assim os iniciantes acabam acreditando que é normal invocar demônios em Rituais, mas na verdade não sabem que: "Quem mexe com demônios, acaba se tornando demônio" (Toth), e uma grande quantidade de iniciantes desavisados acaba se tornando demonista.

Demônios não entendem o que é a amizade, eles se movem por interesse.

Foi no século 12, que os Magos de Vícios inventaram os "estados nacionais", na antiga e prática tática do "dividir para conquistar".

Arda tem uma Era do Vapor muito curta, que logo dá lugar à Sociedade da Informação.

O mundo se polariza, com religiosos radicais se opondo à ciência, e impérios religiosos sendo formados em muitos lugares -- alguns lugares decidem fechar as igrejas e mesquitas, e exigir diploma de Teologia dos líderes religiosos para acabar com a exploração dos mais fracos, principalmente das populações mais pobres.

Assim, é neste ambiente que nasce a Nação da Magia, no que vai ser o Aglomerado Sudeste.

Desta forma, há uma ruptura enorme entre os Três Reinos: Religião, Magia e Ciência -- dois não conversam entre si, e torna-se papel da Magia fazer a intermediação entre eles.

Mas nem a Religião nem a Ciência querem ouvir o que a Magia tenta mediar.

Neste ambiente, nasce a língua Akkia, como código entre os estudantes de Magia do que vai ser o Aglomerado Sudeste no futuro.

Outras línguas se tornam importantes para a comunicação, quando o contato é feito com uma das raças mais antigas, e que recebe o título de Os Antigos. Insetos. Esta raça insectoide vem proteger Arda do contato com outras raças, porque existe uma regra geral para isso: Não se faz contato com raças que não desenvolveram tecnologia espacial. Assim sendo, os insetos se somam aos reptilianos e cinzas, no contato com os elae de Arda, e Toth (o Deus do conhecimento, do Egito) faz a revelação de que os elae são uma superraça, com um total de um milhão e meio de mundos.

Em início do século 21, é fundada a Escola de Magia O Grande Jogo, por Tarja Tsuki, e é também revelado onde foram parar os Anéis de Ambar. Há cinco mil anos, em Akkoya, ou mais precisamente em Toj, foram criados os Anéis, e é revelado ao jovem que recebe os anéis que só cinco anéis são disponíveis: Magia, Tempo, Morte, Padrão e Vida -- porque os outros dois anéis são: Entropia (de Ambar), e Mente (de Efemmera), não estando disponíveis para uso por portadores.

Arda é um mundo muito singular, e você vai ver o porquê nos romances.

Siga para Enigma: Silêncio sob Os Paraluzes para acompanhar de perto.

O radicalismo religioso do oriente próximo fez com que a Europa se radicalizasse, durante a chamada Idade Média, e foi assim que nasceu a Inquisição. Foi uma época de totalitarismo religioso, tudo para expulsar os religiosos não europeus da Europa, com tortura e pessoas sendo julgadas por bruxaria e sendo queimadas na fogueira. Os Bruxos e Bruxas foram perseguidos. Aliás, qualquer pessoa com qualquer capacidade especial era queimada, e muito do Poder foi perdido, e qualquer um não "cristão" era perseguido.

Enquanto isso, rotas de comércio eram feitas com o oriente, e a China estava no centro do mundo naquela época.

O Japão vivia uma Idade Média à sua maneira, totalmente diferente da da Europa.

Com a Aplegia, isso se tornou muito mais profundo, e pessoas morriam envenenadas porque eram religiosos radicais, estabelecendo o medo do ateísmo entre os europeus.

E foi com as navegações que os europeus expandiram os domínios da Aplegia.

Depois da expansão da Europa como colonizadores, a Aplegia pode ser encontrada em todo o mundo e o ateísmo radical se tornou uma seita secreta mundial. Não havia limites. Todos os impérios foram afetados, e eles se escondiam muito bem, desde entre o povo até a elite de todos os lugares.

Com o surgimento das Repúblicas, houve um rearranjo no esquema do ateísmo radical.

Não havia mais a figura do líder com poderes divinos, mas era percebido que alguma coisa estava fora de lugar, alguma força estava tirando o poder das linhagens que antes eram líderes; isto não aconteceu em todos os lugares.

A guerra veio para comprovar que havia alguma coisa errada nesse mundo. E foi então, que os demônios apareceram, principalmente no método de se fazer Magia.

Eles começaram a divulgar seus métodos de realização de Rituais com demônios, e alguns países começaram a seguir esses métodos.

Só a China e o oriente não foram tocados por esses métodos mágicos terríveis.

Mas então, nasceu a Nações Unidas, como uma alternativa para a diplomacia mundial e, no pós-guerra, os acordos começaram a ser feitos entre as várias nações.

A tecnologia começou a ser o centro das atenções, e parecia que a Magia iria mesmo morrer.

Não podemos chamar de Magia os métodos demonistas que eram usados amplamente, e que também transformavam os Magos em seguidores dos Sete Vícios, ou Pecados.

E foi nesse cenário que nasceu o movimento Wicca, e a Velha Religião, um movimento na direção oposta do sepultamento da Magia verdadeira. Elas se tornaram muitas. Mas não foram as únicas que apostaram na Magia. No Brasil, que no futuro seria o Aglomerado Sudeste, a Umbanda e o Candomblé foram oficializadas como religiões, porque o governo queria proibir as drogas e ainda era usada a "djamba" -- a cannabis -- nos terreiros; mas então, o líder do governo procurou os terreiros e propôs a mudança em troca de tornar essas religiões, religiões. A partir daí, o tabaco passou a ser usado, com a Bênção das entidades guias dessas associações e para o bem da Magia.

E esses Feiticeiros começaram a estudar a Magia sob o seu pronto de vista, e isolando os demonistas, que tiveram que criar a sua própria associação.

Na virada do milênio, uma guerra secreta, que no futuro ganharia o nos de A Oculta, se deu entre todos os estudantes de Magia. De 1994 a fins de 2018, uma disputa terrível acontecia, e uma das organizações mais importantes do mundo, a Arkkana, foi o principal alvo dessa guerra.

A Arkkana era uma organização que servia às 21 Entidades do Tarot, guardando as relíquias da mundo; e o Herói era excluído da organização, por ser o agente da mudança.

Durante a guerra, antes da Nações Unidas, os nazistas tentaram desmontar a Arkkana, mas o Reino Unido protegeu a organização em todos os lugares do mundo.

Mas, no século 21, eles se tornaram poucos, e sua capacidade de servir de guia para as Entidades que existiam para guiar o mundo chegou a quase morrer, não morrendo por pouco, e de mais ou menos 500 sedes, sobraram umas 20 (vinte).

O século 21 seguiu, e a quantidade de demônios infiltrados em todos os níveis da sociedade exigiu uma ação muito importante.

A Nações Unidas, em contato com o Conselho Galático 5e, formou o Governo Central; mas o problema é que isso foi feito sessenta anos antes do esperado, e as Linhas do Tempo demonstravam que haviam mexido no Tempo.

A Guerra de Viajem no Tempo durou pouco tempo, e foi proibida por Deus em todos os lugares.

Mesmo assim, ela afetou 11 (onze) milhões de anos no passado, e os demônios agora eram a principal referência de Magia, Magia baseada nos Sete Vícios e Rituais com demônios, e a Magia verdadeira estava morrendo.

Foi nesse ambiente hostil que nasceu A Nação da Magia, no que seria o Aglomerado Sudeste, no futuro.

A Nação da Magia inicialmente foi uma idéia entre Bruxos, mas se expandiu para outros Tipos, como os Monges. Psiónicos não entendem de Magia. Bom, mas ao menos têm como entender teoria, e qualquer pessoa pode fazer um Ritual, basta saber a maneira de fazer e fazer.

Nasceu o sonho de ter Escolas por todos os lugares, reunindo as várias Nações ao redor de ensinar os jovens filhos e filhas de Bruxos e Bruxas.

Então, ainda no início do século 21, teve início a Era do Renascimento da Magia.

No século 23, a sociedade é dividida entre a sociedade comum e as sociedades paralelas protegidas pela Academia. Além disso, todas as pessoas precisam escolher seu Tipo de Cidadão: civil, político, policial, empresário e repórter. Esses Tipos definem essa sociedade. Você precisa escolher ao completar a maioridade, e o Direito é diferente para cada Tipo, com leis específicas para eles.

Outra coisa que define essa sociedade é o amplo uso de holografia, em roupas, prédios e até dentro de casa, com salas de holografia especializadas na Interface. Isso é um meio diferente da Rede Velha, a Internet. Na verdade, a Rede Velha ainda existe, mas só os Busyboys e os cientistas da computação navegam (ou sabem navegar) nessa Rede, deixando o resto da população entregue à Interface.

Não se usa mais petróleo, por isso o extenso uso da holografia, por exemplo para fazer o papel de tinta, que antes era praticamente toda vinda de petróleo.

Também são conhecidas duas raças de seres artificiais, os Droides, que são necessários e gostam de ser úteis, e o Entourage, semelhante ao droide, mas com uma evolução totalmente diferente e que são guerreiros (policiais).

Durante quase um século, entourages estiveram em guerra entre eles mesmos. E, para dificultar mais as coisas, eles eram usuários de Viajem no Tempo.

Assim sendo, só quando resolveram a sua guerra foram aceitos como uma nova raça.

Entourage costuma ser muito fiel, e conquistar a amizade de um deles é conseguir um protetor para toda a vida, sem contar que todos eles são policiais.

Aconteceu no século 22, que os fabricantes de ginoides (droide mulher) criaram uma série de acompanhantes, e muitos homens compraram elas para ser sua namorada. Não precisa dizer que isso deixou os religiosos horrorizados: "Deus criou Adão e Eva, não Adão e ginoide!", era o pensamento dos mais extremistas.

Mas foi isso que fez com que droides entendessem emoções, porque elas acabaram desenvolvendo emoções, e foi criada a série de droides Organa, inteligentes e com emoções.

Hoje, no século 23, androides e ginoides são amplamente usados, em todos os lugares, e fazem frente ao avanço dos ciborgues, pessoas que tiveram sua consciência digitalizada; não se iluda, não é fácil se tornar Ciborgue. Todos os ciborgues estudam medicina, e todos têm de fazer um juramento de proteção da Vida, são selecionados com muita antecedência, não permitindo que pessoas perigosas se tornem um deles.

O fim do século 21 viu catástrofes ecológicas terríveis, e foi quando passaram a ser usados os Paraluzes, gigantescas construções aéreas semelhantes a paraquedas, que soltam bots (nanobots) na atmosfera o tempo todo, para fazer o papel da antiga camada de ozônio.

A Academia tem o papel administrativo, e o Governo Central divide as atividades entre diversas cidades, sendo as principais London (Londres), Berlin-kapital, e Tokyo. As atividades administrativas, apesar do Governo Central, não se acumulam em um lugar só, e todos os estudantes acadêmicos podem fazer estágio de administração pública em sua Universidade, valendo como experiência profissional e curricular.

Droides fazem a maior parte do trabalho, deixando o trabalho administrativo para as pessoas, mas ainda assim, há problemas enormes na sociedade: pessoas são pessoas, em qualquer lugar.

Todos têm um computador pessoal, que recebe o nome de Profeta, e é o guia da Interface, um ser inteligente, selecionado entre as inteligências digitais.

Ainda assim, há pessoas que trabalham, e trabalham porque querem.

Nesse meio social, se organizam as sociedades paralelas, principalmente de Bruxos e Bruxas, os quais têm a tendência de se reunir em Nações.

Bruxos são opositores ferrenhos dos Magos que usam os Sete Vícios (Pecados).

Bruxos são usuários naturais de Magia, chamados de Bruxos de Nascença, mas há alguns casos conhecidos de pessoas que se tornaram Bruxos e Bruxas mais velhos.

A Magia não resolve todos os problemas, e você deve estudar Saber Comum (Trivia).

Em uma dessas sociedades paralelas, nasceu Asha, uma menina bruxa que recebeu orientação de toda a sua sociedade, no que é chamado de supertreinamento. Também estudou Arte Marcial mágica, desde pequena. Ela é jovem, 11 (onze anos), mas sabe de muita coisa que até mesmo os adultos não sabem.

Isso significa que você pode criar um(a) personagem com características próprias, que seja único entre os seus, bastando criar um porque e um como esse(a) personagem é importante para a sua sociedade, e talvez por esse motivo ele(a) seja profetizado(a).

Você deve ter percebido que não falamos em viagem espacial, hora nenhuma.

Isso existe, mas é acadêmico, e há uma colônia ciborgue lunar, chamada de Neon Tokyo, além de uma estação ao redor de Marte, ocupada também por ciborgues.

Você também pode criar a sociedade que queira que seja importante para a história.

Deixe a sua imaginação guiar você, e saiba que Arda tem mais ou menos 300 (trezentas) dimensões, o que dá mais do que espaço para que uma sociedade paralela comece ou que uma sociedade tal e qual exista.

Sejam bem vindos a Arda, nossa Terra, e que os Deuses os guiem.

Nossas Publicações e Outras Tralhas

Nós vamos ver, agora, informações para você entender melhor porque Arda se tornou importante, mesmo que sua importância como Mundo Alfa seja muito recente. O status foi garantido pelo Imperador Cinza. Nenhuma raça negou.

Arda, a nossa Terra, se localiza no Setor Ih, da Galáxia 5e, e é um mundo ediche.

Muito já se falou sobre este mundo, por vários motivos. Um deles é de este ser o Décimo Terceiro mundo do metaplano de Mu, retirado do metaplano pela primeira guerreira Moai, causando tsunamis e tempestades em todo o mundo quando isso foi feito.

Na antiguidade, o Egito se tornou um lugar muito importante, também por vários motivos.

Venha ler os romances, em Enigma: Silêncio sob Os Paraluzes, e a continuação, em Enigma: O Outro Nome do Medo.

O mundo retratado nos romances tem diferenças enormes para a história que você deve conhecer.

Em primeiro lugar, a Aplegia molda o mundo. O assassinato por veneno. Ela é inspirada na sentença de Sócrates, e surgem grupos de ateus radicais em todo o mundo, eliminando líderes e futuros líderes, principalmente religiosos.

Um aparato muito comum neste mundo é o analisador de venenos, tenha sempre o seu.

O mundo tem nações muito importantes, como a Nação da Magia, a Escola do Japão, e as Torres da Bretanha, mas é na guerra entre Bruxos e Magos que realmente o mundo se define.

Assim sendo, a Magia é muito desenvolvida, mas também é a ciência. Droides são parte da vida de todas as pessoas, e alguns preferem comprar uma ginoide do que se casar.

Os desastres ambientais de dois séculos de capitalismo selvagem queimaram a camada de ozônio. Isso poderia ser resolvido. Não foi. A vida iria se extinguir. Então, foram criados os Paraluzes: gigantescas estruturas parecidas com paraquedas, que ficam acima das nuvens, e mantém a vida no planeta -- só os mares não foram atingidos pelos raios nocivos da nossa estrela, e do espaço.

Vamos dizer que, de repente, tudo mudou: Não era mais necessário trabalhar, porque os droides fazem todo o trabalho, limpam a casa, ou transformam o lixo em alguma matéria reciclada.

Para começar a conversa, concluiu-se que as pessoas não estavam preparadas para isso.

Muitas são as pessoas que surtam, porque não tem o que fazer.

E é aí que entra a Academia, a instituição mais importante do mundo. Ou seja, o poder político passou para o acadêmico, mas muitas são as sociedades que vivem em paralelo com a sociedade comum, protegidas pela Academia, e quase todos os Praetors -- um misto de policial, juiz e prefeito -- são membros de alguma destas sociedades.

Agora, vamos quebrar um pouco este raciocínio, porque você vai ler os romances e ver por si mesmo (a).

Arda sofreu 170 anos de guerra, com os Magos tentando o controle de tudo.

Não eram simplesmente estudantes de Magia, mas sim, Demonistas encarregados de controlar a sociedade e, assim sendo, eles praticaram assassinato, a partir de 1850, e até 2020, quando um outro movimento universal acaba com a guerra.

Também os Psiónicos tiveram uma guerra, de 1950 a 2020, com psiónicos mercenários trabalhando para as Ordos controladas pelos Magos tentando eliminar todos os psiónicos do mundo.

Tudo isso vai até o clímax dessa guerra sem sentido, que é a morte da Entidade chamada de A Magia. Ela é uma Entidade egípcia, e era tão importante que voltou a existir, mas com outra personalidade, no ano de 2015, e a guerra segreta se tornou aberta e declarada. Ainda assim, a Mídia não mostrou nada disso, e como fazem piada com isso os Independentes: "Se não saiu na Mídia, não aconteceu".

Na verdade, tudo é tão impressionante que parece ficção.

Sol Cajueiro (eu mesmo) sempre fala sobre isso: "A verdade parece ficção, e então, a ficção parece verdade".

O maior problema deste mundo começou em 1991 a 1994, quando a viagem no tempo foi descoberta, mas caiu no controle dos Magos e, então, as outras facções começaram a ser eliminadas.

A Inquisição se estendeu da Idade Média européia até as ruas punks dos subúrbios.

Vamos agora contar uma história que você precisa saber para entender tudo isso que estamos falando.

Há 200 milhões de anos atrás, a sociedade universal existente de repente deixava de existir.

Um grupo de Guardiões chamado de Conselho dos Guardiões tentou extender o tempo em muitos milhares de anos para descobrir como fazer para impedir que a sociedade universal chegasse ao fim.

Só algumas raças, principalmente as espaciais, sobreviveram a isso.

A raça dos tyk, ou reptilianos, é um exemplo, e os Antigos, uma raça de insetos e raças aliadas, também.

Houve um espaço de 100 milhões de anos sem uma sociedade universal, os espíritos não encarnavam.

Depois disso, vem a história como nós conhecemos, sendo o Egito o primeiro império que se reorganizou, mas também começou uma guerra terrível, e que recebe o nome de Dualidade, entre os Dragões e os Basylisques.

Em meio a sociedades agressivas e predatórias, nasceram algumas sociedades evoluídas.

Quando chegamos a hoje, um Deus muito importante conseguiu entrar em contato com os Guardiões do passado. Ele analisou o fim da civilização. Tendo já ele mesmo experimentado a tal droga, Mythos, a Droga dos Deuses da Morte, ele sugeriu que a energia que destruía a civilização fosse transformada em droga, e que os deuses daquele tempo tomassem a droga, para evitar que pessoas tomassem. Deuses ficam loucos por algum tempo, com a droga, só que é temporário, mas uma pessoa qualquer fica louca de uma maneira terrível.

E deu certo, mudando a história do passado, criando 100 milhões de anos felizes.

Os Guardiões avisavam que iria terminar, mas as pessoas simplesmente não acreditavam nisso.

Assim sendo, os Guardiões fizeram o maior banco de dados sobre o futuro já existente, para garantir que mesmo com todo o sofrimento dos outros 100 milhões de anos de problemas, a solução seria encontrada.

De repente, existia um Conselho dos Guardiões novamente, hoje em dia.

Acontece que, em Arda, quase se destruiu tudo o que existe mais de uma vez, e então, a viagem no tempo foi proibida para este mundo. A nossa Terra não passou no teste de evolução sadia.

De repente, foi revelado o nome do Caído, em um golpe de sorte.

Você talvez esteja ciente de que se você diz o nome verdadeiro de alguém, este alguém morre. Talvez, não. Mas é isso que acontece, e não se sabe se isso foi obra dele ou de outra entidade, mas a Criação acaba.

Isso quer dizer que Deus, que é o Deus da Criação, não conseguia criar mais.

E então, -- isso é parte do Livro dois de Enigma -- é revelado que existe uma Organização universal religiosa, e que eles estão tentando eliminar as pessoas que são importantes, na sua sede de controle.

Assim sendo, a Organização se expande, e consegue existir no Universo praticamente todo, mas não se sabe quem foi que levou a Organização a todos os mundos, ou como eles se comunicam.

Os Deuses entram em contato com o Conselho dos Guardiões, com suas sugestões.

Além deles, os Mais Velhos também começam a dar sugestões variadas.

De repente, não tem mais jeito. Ou tudo é resolvido, ou o Universo vai acabar em três meses e, por causa disso, uma solução se torna urgente, todos os impérios ficam sabendo.

Até mundos que não tem contato ficam sabendo, como é o caso de Arda, nossa Terra.

São os Demonistas? São os Magos? É a Inquisição? Quem é o inimigo?

A primeira solução encontrada traz de volta A Criação, evitando o assassinado de pessoas que são a base da realidade; mas num descuido, uma dessas pessoas, que é base da realidade, morre, e ele era mais importante do que se imaginava.

Isso tudo é história muito recente, e você vai precisar ler os romances para entender melhor.

Arda é o palco dessas histórias, seja no presente, no passado, ou no futuro.

Isso, ao mesmo tempo em que Tempus, o vampiro que convenceu os Vampiros a se esconder, começa a fazer revelações tanto presentes quanto no passado sobre uma sociedade terrível, com sua Teoria sobre Integridade, Subversão, e Corrupção.

Ele vem para Arda, e nasce aqui, para que possa ajudar os Guardiões no seu trabalho.

Sobre O Playtest e Outras Tralhas

Durante o Playtest, nós testamos Arda como cenário, mais de uma vez.

Em primeiro lugar, os testes que começaram em 1991-1994 consideravam Arda no futuro como um mundo desértico, onde o povo Kurga se organizavam para sobreviver a um ambiente hostil, 20 mil anos no futuro.

Aquele cenário considerava Arda como um mundo de um Império, que dominou muitos lugares. Seus mundos acabavam se tornando desertos, mas ainda havia os oceanos, e os polos, norte e sul. Não tinha uma Cosmologia bem desenvolvida, isso só se formou de 98 em diante. Mas bem, o povo Kurga se espalhou por todas as galáxias, habitando 5% do Universo.

O povo Kurga tomou o lado dos Dragões, na guerra contra os Basylisques, e eram Bruxos, Vampiros e Monges, na sua maioria.

Eu me lembro de alguns personagens dessa época, mas não vamos ver isso neste resumo.

Isso está aqui apenas para me lembrar do processo criativo do Jogo.

Eu, naquela época, usava a energia chamada de Karma -- Nunca usem isso nos seus jogos! É energia ruim.

Daí, o Jogo se modificou e se tornou Arkkana, um jogo sobre aprender Magia.

Arkkana tinha como cenário o nosso mundo atual, mas podia ser adaptado para qualquer cenário. Eu me lembro das fichas de personagem daquela época, tenho ainda algumas delas no arquivo.

Um dos personagens mais interessantes era o Falcão, um imortal, que vendia serviços de segurança. Também era importante a vampira Shantaya, depois vou descrever estes personagens. E, junto, o vampiro Ravel, que era um Nosferatu cego e que arrancava os olhos das pessoas para enxergar, mas os olhos se deterioravam em um mês, e ele tinha um rastro de sangue em sua vida.

Shantaya era um Tipo de Nobre Vampiro, uma princesa banhada em sangue. Sua descoberta de que era vampira foi a origem dos estudos sobre os Sanguinius, que são vampiros que reencarnam, e descobrem que são vampiros na adolescência.

Já os Nekron, que são os vampiros diurnos, surgiram em Arda em nosso Playtest em 98.

Eu precisava explicar que eles podiam sair de dia, e então, eu transformei eles em Vampiros sagrados, claro, todo mundo queria jogar com eles, exceto os que queriam jogar com os Amaldiçoados, depois chamados de Abandonados pela Luz, a partir de 2012, mais ou menos.

O que acontecia no Playtest era que todo mundo queria jogar em Arda.

Assim sendo, o cenário mundo atual era importante, e aprender Magia vinha em segundo lugar.

A partir de 2001, o grupo de jogo, que incluía o personagem Amadeu (Story Essay), queria jogar com Independentes, ou seja, pessoas de poder que não faziam parte de nenhuma Ordos, ou Facção.

Data dessa época a inclusão de Dimensões Paralelas no jogo, as Vilas sendo a melhor descoberta dessa fase do Playtest; e eu teorizei como seria um Império que evoluísse em várias Dimensões, o que só fez parte do jogo 7 anos depois.

Arda havia se tornado o cenário principal, mesmo que eu não quisesse.

E foi por causa disso que eu comecei os Romances nesse mundo, apesar de ter algumas Cenas em outros lugares, ou citar outros mundos. O centro era sempre Arda, deixando os outros mundos para o Site, e não para os Romances.

Eu queria ter um Site desde essa época, e testei vários sistemas de Blog até encontrar o Blogger.

Daí chegamos no ponto em que Enigma surgiu, porque Arkkana era "coisa de mago", e em 2008-09, eu comecei a escrever os Romances já com a idéia de um método de estudo de Magia que fosse focado em Tipos de Bruxo; mas incluí também uma vampira, só que tudo era em Arda. O futuro que eu imaginei também era em Arda.

Estou planejando com muito cuidado a expansão para outros mundos, das histórias dos Romances.

Vamos ver histórias, não mundos inteiros descritos, tudo vai depender de fatos e lendas dos mundos que vão ser parte das histórias de Enigma, vai depender de histórias.

O mais importante em descrever outros mundos é colocar personagens em ação, fazer coisas acontecerem, porque o leitor não quer uma descrição interminável de um outro mundo, e é porque nós vivemos em Arda que queremos jogar em Arda, é pessoal, é realista.

Mas qual é a vantagem, então, de se jogar com outros mundos? Eu respondo.

Há uma liberdade imensa em criar novas qualidades e características para um novo ou outro Mundo, deixando o grupo livre para mudar a história daquele Mundo como a história lhes disser para mudar.

Arda é muito mais conplicada, e nós fizemos uma previsão de futuro para você poder jogar.

2070 é o mundo em que os Bruxos venceram a guerra contra os Demonistas, mas vai um pouco além disso, com o Japão, chamado em nosso jogo de Nação ou Império Jippa, fez contato, e criou o que mais tinha vontade de criar -- Mechas, ou seja, robôs gigantes.

Assim sendo, o Império Jippa tem início em Arda, mais de 50 anos antes deste cenário.

Mas não foi o único país que fez contato, só que isso nós vamos deixar para depois, porque é Spoiler.

Assim sendo, em 2070 existe uma Escola de Magia chamada de Escola do Grande Jogo, fundada por Tarja, Athýmas e Rayki, mas você vai querer ler as histórias sobre eles, então vamos deixar isso para os Romances.

A sociedade de 2070 é muito diferente do que a sociedade que se tem hoje em dia.

Em primeiro lugar, Arda é um mundo muito grande, tem 300 dimensões. O normal de dimensões é de 80 a 120, com mundos pequenos com 60 dimensões; mas 300 é o limite máximo! Isso deu lugar a um Império dimensional de 40 dimensões, que inicialmente era bruxo, mas se tornou um Império dos Vampiros local, com muitos imortais liderando a sociedade.

Também é importante se entender que uma Facção desta época são as Princesas.

Elas não são um poder declarado publicamente, mas tem influência e muito poder sobre muitos mundos, lutando contra um inimigo terrível, previsto e ou seja profetizado por um vampiro chamado Tempus, a partir de 1 milhão e meio de anos atrás.

E é assim que o Império Controlador se torna o grande inimigo, com Corruptores se infiltrando em todas as sociedades, e Princesas com e sem Magia lutando contra esse mal universal.

Daí, voltamos ao cenário do século 23 dos Romances, em que existe pelo menos um Corruptor, dizendo o que é e o que não é por meio de Corrupção, a força destrutiva de Enigma, e eles devem ser encontrados e eliminados.

Também vemos transmorfos como inimigos, frequentemente, e vai ser sempre isso, porque Monstros são o oposto de Herói. Você deve saber que Vilão, de uma maneira geral, vai ser usado como um monstro que incomoda; mas, se não incomodar, vai ser deixado de lado, porque os personagens têm prioridades, e se um deles não incomodar, não se torna monstro.

Você vai encontrar um mundo em guerra nos Romances, de todas as séries que estão planejadas.

Além de Enigma, você vai encontrar os Mangos na série Paradigma, sendo planejada para revelar métodos antigos de se fazer Magia, e para se confrontar o Mal, ou estabelecer novos métodos, e também vai ler sobre as Princesas na série Dilema.

São nove Métodos, então vão ser nove séries, mas todas estão ainda sendo planejadas.

Mas bem, em todas elas, Arda é um cenário que vai mostrar a evolução da nossa raça, uma superraça que está em 1 milhão e meio de mundos, chamada pela Aliança de ediche, e pelos kaijin (os Gray) e os tyk (ou reptilianos) de elae.

Tudo isso com os Temas: Magia, Integridade contra Corrupção, viagem no tempo, história de escola, Herói Bruxo, Nobre Vampiro, e Monge Diplomata, Princesas, além de outros Temas secundários, como Influência da Tecnologia sobre a vida das pessoas, Nobreza, entre outros.

A série Dilema está recebendo uma das línguas do nosso Projeto, Slanka é surpreendente.

Enquanto isso, Akkia faz sua primeira aparição em Enigma, e há um diálogo em Kfu no primeiro livro da série. Vamos ter mais línguas planejadas, e vamos incluir noções de outras línguas.

Mas, nós sempre vamos voltar a Arda, porque nós leitores vivemos aqui, ou se pudermos imaginar outros Mundos, sempre vamos ter de comparar com Arda para entender o Mundo.

Arda é nosso mundo querido, mas há incontáveis problemas a serem resolvidos.

Você vai perceber que são muitos durante todas as histórias que serão publicadas.

Há, por exemplo, uma luta de classes que se estende agora por séculos, quando os mais ricos vão ficando cada vez mais ricos, e os mais pobres vão ficando cada vez mais pobres; e os trabalhadores é que pagam a conta.

Existem absurdos como bilhonários que nunca pagaram impostos, entre outras coisas; e eles perdem a noção do valor da vida, classificando as pessoas apenas pelo que elas fazem.

Ainda assim, Arda não tem uma economia planetária razoável, grande o bastante para ser considerada um mundo a ser feito o contato publicamente. O que quer dizer que o contato pode ser feito, mas será diplomático apenas.

Você vai encontrar nobreza no mundo, apesar de todos esses problemas.

E mais, vai encontrar coisas de muito valor, como amor e amizade entre heróis e seus companheiros, entre as pessoas comuns, e vamos ver que há um grupo muito importante em todos os mundos, os Narradores.

Aqueles que, apesar de tudo, decidem se aventurar a contar essas histórias. Estas são pessoas de muito valor para nós, que queremos o conhecimento de como as coisas são.

Mas há um detalhe importante: A verdade parece ficção, e então, a ficção parece verdade.

E é isso que faz a ficção ser tão importante, você pode contar a sua história.

Anote tudo, faça uma redação da história e faça revisão, depois publique em um Blog.

Assim sendo, você deve nos avisar de que está jogando e que vai blogar a história.

Sua história pode se tornar oficial, e existem muitos cenários para você jogar.

Vamos pegar Toj e Akkoya como exemplo: São histórias e cenários desenvolvidos em mesa de jogo, e por isso, você vai encontrar nomes de personagens e de lugares que ainda estão em vermelho, mas serão explicados aos poucos.

Agora, vamos deixar você se divertir, e depois, conversamos sobre o que vocês jogaram.

Aguarde enquanto é feita a redação e revisão desta página.

Testamos diversas outras possibilidades, focando-se em jogabilidade; e algumas anotações serão compartilhadas.

Outras páginas e anotações derivam de informações já presentes em algum outro texto.

Mais informações serão adicionadas aos poucos; e agradecemos pela sua paciência, seu apoio e comentários.

Envie um tweet para @brikkomi no Twitter, com as suas perguntas.

Obrigado por ler.