Akkoya

De Enigma
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é a página sobre Akkoya.

Akkoya é o mundo capital da superraça ediche. Aqui você encontra informações relevantes para O Jogo, em seus Três Níveis: comum, herói e jogador; e notas sobre as histórias jogadas, Eventos importantes, Magia e a disputa pelo poder da palavra, e outras.

A narrativa dos Eventos traz as necessidades da existência no centro das questões.

Nota: Alguns direitos reservados (Sol Cajueiro).

Siga para Enigma:Aviso_geral para ver a licença.

Akkoya –– futuro de Kalaummuklutwa que, por sua vez, é o mundo padrão da era mítica de Toj –– é um mundo capital da superraça ediche e Mundo Central da raça na Aliança das Três Raças, localizado no Setor Laranja da galáxia 52, e que se localiza há onze sistemas de distância da Terra, a qual está ao lado do Setor Cinza 30, dependente da rota tomada, e ambos os mundos são importantes para se entender a história da galáxia; mais informações os Romances, Contos e muito mais vão reunir.

Siga para Superleis Ediche (lei) para ler o Estatuto das Pessoas de Poder.

Talvez você queira Informações Relevantes (R), para saber sobre o quê está lendo.

Informações iniciais necessárias sobre a superraça ediche: As duas estrelas de Akkoya, Asla e Basch representam o ciclo de renascimento, em que os mundos passam pelo superverão a cada um ano e meio ou três anos e meio, um evento no qual toda a natureza "morre" e "renasce". Akkoya sente isso na perda das folhas das árvores, queimadas e no aquecimento dos oceanos; ou principalmente, também, no comportamento dos animais cuja observação permite ao nativo ediche entender como sobreviver ao evento: todos os animais estocam comida, constroem suas tocas e abrigos sempre próximos a fonte de água e evitam a fadiga por duas semanas. As duas semanas de superverão deixam uma marca profunda na religião de Akkoya, em que a Natureza se renova. O evento acontece quando as duas estrelas estão alinhadas. Dura duas semanas, enquanto toda a natureza se recolhe para, depois, brotar violentamente com chuvas (ou neve) no mês seguinte.

A data atual de Akkoya é 5208 da Era Espacial; e equivale a 2217 da Terra.

A descoberta da Tempestade foi considerada data relevante para o início do calendário.

Akkoya tem 13 bilhões de habitantes, 5 supercidades –– e, entre elas, Ryklant.

Ryklant não é a capital, mas Samanta; porém, esta é a sede da Academia deste mundo.

Tol Rim, outras supercidade, no oeste, tem 35 milhões de habitantes, sendo a maior cidade.

A Superraça Ediche tem como aliados as raças ikka e drakma, membros da Aliança. A Aliança das Três Raças também tem contato com os cinzas, os reptilianos do Império e os símios.

Há também três mundos especiais, das raças Takkar, Fauk e Sun Chang, raças espaciais aliadas. Estas raças têm apenas um mundo, existindo ainda mais sete raças ainda em Era Mítica e que, por lei galamnika, não podem ter contato até que desenvolvam seu método de viajem espacial próprio.

A biotecnologia Fauk não é compartilhada, mas a raça oferece serviços médicos.

A superraça adota um sistema social de nobreza corporativa, acordo entre os seus mundos, mas só tem dois mundos Ter entre os seus, Ter16ka e Ter23ka. Diz a lenda que o Mundo Desaparecido (Terra 5) tinha contato com Toj1ka por meio de caminhos pelo astrala, mas não se tem provas disso. Somente há pouco tempo desobriu-se Terra Seis, sexto mundo de uma Aliança antes da Aliança, mundo que voltou à Era Mítica por sua história. A terraformagem de Tanahta ocultou os Três Infernos de Tanahta, e o mundo se tornou habitável novamente, mas A Escola dos Mil Herdeiros é agora um sistema de ruínas, usadas para se estudar Manifestações, ou seja, todo o Sobrenatural, de incontáveis tipos, dos herdeiros da Nação da Magia de Tanahta, agora extinta; a Escola volta a funcionar normalmente em 5209 (2018 Arda).

O Governo Jippa de Ter23ka tem um território do tamanho da Austrália, só que de ilhas grandes. Este é o segundo mundo ediche da Aliança a ter um estado Jippa. O estado Jippa de Ahrrakis, a Terra é o Japão.

Não se esqueça de que Kora é um mundo central, também, tal como Tanahta.

Akkoya também é o maior produtor de cinema e jogos entre os 26 mundos ediche da Aliança.

A Academia oferece todos os tipos de treinamento, desde o técnico e preparação para o trabalho a especialidades de Magia, Manifestação e Poder, sendo o local em que se formam oficiais para A Superfrota ediche, além de receber alunos selecionados de academias ediche de outros mundos.

A superraça ediche também é conhecida por ter desenvolvido O Túnel antes do Salto, uma "raridade plena", dizem os símios do Império Apuka, da 35B.

Akkoya vive uma sociedade de cultura multi-étnica, mas há muitos segredos a desvendar.

Em primeiro lugar, a era mítica de Akkoya, ou seja, Toj –– Os Mundos Trikumai –– foi onde a referência máxima ediche nasceu, sua língua. Oká é uma língua muito especial, nascida do momento em que A Academia torna oficial esta a língua ediche. Apenas os monoteístas se recusaram a adotá-la. Mas a história de Tol Rim é complexa e o monoteísmo não conta a história do mundo. Ryklant é a supercidade que, por ser a sede da Academia, narra os eventos. A população em geral tem acesso a alta tecnologia, mas apenas aquela legislada pela Academia como apropriada para o uso comum. Uso comum significa: qualquer um pode usar. A separação entre pessoa comum e pessoa de poder tem um efeito muito singular para a superraça: 90% da sociedade vive diante do Véu, sem ter muita certeza do que há depois dele, ou seja, a parte pública da sociedade é de apenas dez por cento, mesmo isso sendo maior que o estrangeiro espera encontrar.

Toda a população tem acesso a um Peka, um supercomputador pessoal de pulso.

Além disso, existe uma Superrede que mantém segredo a existênca das pessoas de poder.

Assim sendo, bruxos e bruxas, sacerdotes, magos, arquimagos, manifestadores, psiónicos, conjuradores, monges, sombrios, vampiros, estranhos, monstros, djines, videntes, santos, profanadores, imortais, sinistras, entidades diversas, avatares, múmias, fadas e alienígenas de sangue, entre outros, vivem uma sociedade paralela, amplamente protegida por Grandes Corporações em seu sistema de nobreza corporativa. Isso afeta toda a superraça ediche. Mas, olhe apenas as aparências e não verá nada disso. Apenas os monges são ampla e publicamente conhecidos pela população comum; os demais, não.

Akkoya também é a capital das Tribos Urbanas, que voa entre os superprédios.

Há neste mundo um clima de pertencimento relativo à superraça, e O Túnel permite a procura de outras raças ediche espalhadas em diversas galáxias, em teoria pela entidade da era mítica que recebeu o título de Deus Terrível, encontrado na Supermitologia ediche de outros lugares, incluindo os pés de casco e o chifre que também é encontrado na Terra (Ter1ka, antiga Ter5ka).

A Terra Ter1ka ganhou o número um depois de ajudar Der1ka pedindo ajuda a Akkoya (Toj1ka) e Tunna, em Vega, via rádio, e antes era Ter5ka, que agora é Terra Seis. Terra Seis agora é conhecida como Ter5ka.

Outras entidades também encontradas nas grandes lendas Trikumai: Ambar (Deusa), Efemmera (Deusa), Tacke A Negação, Krunnke ou São Bárbaro, Moolu O Sonho da Morte, O Dreammaker, nome dado ao Sonho, Hohhikssiah, o basylisque mais velho em atividade constante, O Guardião Negro (Viketklég), entre outras.

Diz a lenda que existiram 64 mundos dominados pelo Deus Terrível, mais 256 derivados da Onda. A Onda foi um efeito de Tempo não-linear que colonizou 256 mundos com raça ediche ao contrário, como se houvessem evoluído de maneira natural, no momento em que o Deus Terrível é derrotado por Efemmera. Efemmera morre e volta. Hoje, em Akkoya, Efemmera é uma divindade neutra muito importante, que tem o papel diplomático entre as divindades deste mundo. Sua lenda é tão forte, por ter matado Pan, O Deus Terrível, que várias deusas da morte de muitos mundos adotaram o nome de Efemmera em um tipo de homensagem singela -- os 256 mundos, por exemplo.

Ambar é uma Deusa da Magia, ao mesmo tempo que Ayasta e sua Magia natural de monge.

Akkoya também é um mundo onde há um Avatar –– permanente –– de Ai, O Amor Verdadeiro. Ai ficou paralizada em meditação constante por muitos anos, e só se movia para estudar, junto de sua tutora Raýla, mas atualmente é uma criança -- na forma -- e casada com Eelwa e Mischka, e Mischka aceitou o termo egípcio "Ottowa", que é um título de simplicidade de estilo de vida da Nação da Magia, uma nova Ordos terrant.

Efemmera, Deusa da Morte, é adorada por motivos históricos; siga para Toj para ver mais. A Floresta Profunda não permite Efemmera, porque Krippa A Ceifadora não permite a entrada da morte divina em seu território.

A maior parte da população defende o Estado sem religião oficial, sendo o politeísmo garantido.

Os ediche da Aliança criaram uma Superfrota nos últimos séculos. Nem de longe é grande o bastante como o é as Frotas de várias outras raças, como a dos apuka, uma das maiores. Os ediche se utilizam da Superfrota para proteger mundos em era mítica pela galáxia.

Ainda assim, o maior número de "Protetorados" é da raça ikka, há mais tempo no espaço. As ikka, ou brancas, estão no espaço há mais de vinte mil anos, apesar de que suas naves são mais importantes, são Deuses encarnados sob a forma de uma espaçonave, e tem tanto armamento que assusta praticamente qualquer frota.

Akkoya divide com Kora e Tanahta as responsabilidades políticas da nobreza corporativa.

Em história recente, alguns títulos das Nações da Magia são agora conhecidos e usados pelo ediche de Akkoya, incluindo "ottowa" e "filya", os títulos de casados. Também é um mundo ou planeta em que o Shiah -- líder diplomata e executivo de uma galamnika ou aglomerado de galáxias -- faz previsões. Dizem que, antes de se pronunciar, o Shiah vai pedir a opinião de Ai, O Amor Verdadeiro. Akkoya tem a maior frota de Topteros da galáxia. Eles são enviados a mundos que precisam de ajuda urgente, e usam camuflagem para parecer com qualquer coisa que o nativo irá compreender, como Helicopteros ou Daktyls. A alma de um Toptero é do mesmo tipo de alma de pessoa.

Siga para Guerra das Três Raças para ver a guerra que formou a Aliança das Três Raças, ediche, ikka e sun chang, e a teoria mais importante da atualidade, A Grande Conspiração, cuja existência é duvidosa, mas os draka já confirmam que isso é muito mais do que uma teoria.

A Aliança tem acordo de não agressão com Tunna, pois eles são colonizadores de mundos agrestes. Diz a lenda que há um outro Estado, escondido, que somente vive em mundos agressivos, e que, quando os mundos vão se tornando desérticos, eles abandonam o mundo; isso faz com que Tunna tenha vários mundos, mas não são tantos assim, mais ou menos seis a oito mundos -- ninguém entende como os ediche de Tunna vivem e viajam pelo espaço. A Tecnologia deles é no mínimo muitíssimo avançada, e eles são observadores, como os kaijin -- eles usam a tecnologia de viajem espacial chamada Aparecer, que permite a eles aparecer em um lugar em que não estavam antes; é, também, uma técnica de guerra de sua Armada.

Todas as Ruínas de Ayya, sendo Ayyalunta um Estado com nome em homenagem a Ayamah Rei, são fronteiras que ligam mundos entre si, e isso inclui vilas planares de cidades em mais ou menos 300 cidades de dezenove mundos, incluindo a colônia recente de Ter1ka, que se chama Der (Der1ka). Incluindo Ahrrakis, Arda -- nossa Terra. Assim, Ayyalunta está desenvolvendo uma tecnologia importante. Este estado tem contato com a Floresta Profunda e, uma vez que Ayya ou Ayamah Rei, a Princesa Rei de Ryklant é uma imortal pública, que até as pessoas comuns sabem que ela é imortal na Aliança, este estado tem prioridade no Ternário cujos Tipos são os três Tipos Básicos de variações de tipos de capacidades especiais, Bruxo, Psiónico e Monge e com treinamento para gerar Kun, a Energia mais importante do Universo.

Todos estes lugares tem escolas, e Ayyalunta é um estado especialista nisso.

As passagens de Ayyalunta que tocam a ruína de Ayyakamma, apenas 60 km da Cidade do Porto da selva da Península de Ayya com os Nove Reinos, e um entroncamento dimensional de Bealae, Bealorizont, são interligados. Ayyalunta começa a ter contato com a selva da Península, sabendo que Ryklant, a capital acadêmica ediche é nesta enorme cidade de 30 milhões de habitantes, entre as montanhas e os dois mares, Nove Reinos e os pântanos e praias da República Feudal do Peixe.

Ainda temos muita informação sobre Akkoya, que será publicada aos poucos aqui no Wiki.

Aguarde enquanto é feita a redação e revisão desta página.

Testamos diversas outras possibilidades, focando-se em jogabilidade; e algumas anotações serão compartilhadas.

Outras páginas e anotações derivam de informações já presentes em algum outro texto.

Mais informações serão adicionadas aos poucos; e agradecemos pela sua paciência, seu apoio e comentários.

Siga para a Home[1] do autor no Facebook, ou para as fanpages de Action Tale[2] e The Magic Nation[3].

Siga também @solcajueiro[4], @themagicnation[5] e @schmmach[6] no Twitter.

Mande um tweet para @solcajueiro no Twitter, deixando claras as suas dúvidas.

Obrigado por ler.